Tag

misterios do mundo

Browsing

Você com certeza já ouviu falar em Jack, O Estripador. Um dos assassinos mais famosos da história de humanidade que ainda exerce influência nos dias de hoje, pelo mistério que cerca sua identidade verdadeira.

Jack Estripador faz parte da história moderna de Londres e, até hoje, causa impacto aos visitantes que chegam à capital Inglesa. O Distrito de Whitechapel é um dos locais preferidos dos turistas que vão em busca do passado de Jack.

Apesar das profundas mudanças ocorridas na região com a chegada do progresso, The Whitechapel Street ainda conserva elementos e pistas dos seus piores dias, além de guardar, segundo os turistas, um ar sombrio e misterioso. Como se fosse possível sentir sensações distintas pelos acontecimentos do passado.

A Movimentada Rua Whitechapel Street é a saída preferencial da estação Aldgate East. A grande movimentação diurna e noturna, já vem dos tempos de Jack Estripador. Naquele ano de 1888, The Whitechapel Street era um destino por onde passavam cargas e pessoas que vinham de todas as partes do país. Este movimentado mercado de agricultores atraía também os serviços pessoais de prostitutas da época.

Naqueles bares existentes na Whitechapel Street, Martha Tabram (Vítima de Jack Estripador) bebeu durante toda a noite anterior ao seu assassinato. Além disso, na mesma Whitechapel Street, na manhã de 18 de setembro de 1888, Charles Ludwig – um dos principais suspeitos de ser Jack, O Estripador – foi preso e ficou sub custódia da polícia por algum tempo.

Como epicentro das histórias de terror protagonizadas por Jack, O Estripador, Whitechapel Street – cujo nome têm origem numa Capela Medieval local de cor Branca – agora é parte de um roteiro turístico misterioso de Londres.

Leia mais em www.jack-the-ripper-tour.com

A Floresta Hoia-Baciu fica localizada a oeste da cidade de Cluj-Napoca. Próxima da seção ao ar livre do Museu da Transilvânia. A floresta é um destino turístico muito procurado na Romênia. Em 1968 um OVNI teria sido fotografado na Floresta. Desde então, os relatos de fenômenos paranormais da Floresta de Hoia-Baciu só aumentou. Segundo os relatos de visitantes, ao entrar na Floresta eles sentiram sintomas estranhos como náuseas, tonturas, erupções na pele e até alucinações.

Há também relatos de pessoas que entraram na Floresta e, misteriosamente, desaparecera. A lenda começou a ser formada quando passou-se a se referir à Floresta de Hoia-Baciu como o “Triângulo das Bermudas da Transilvânia”.

Os fenômenos paranormais e as diversas aparições de ovnis fizeram os visitantes acreditarem que o local é um portal para outra dimensão, por isso os visitantes desaparecidos não voltaram, eles teriam descoberto os portais na Floresta.

Secured By miniOrange