Tag

lendas urbanas

Browsing

Vozes Demoníacas Foram Ouvidas na Mina Wiluna na Austrália.

A MIna de Wiluna Na Austrália guarda mistérios que de tempos em tempos vêm à tona. Um explorador resolveu seguir em direção à mina, baseado nas lendas de gritos aterrorizantes e outros acontecimentos fantasmagóricos, atribuídos aos fantasmas de mineiros mortos em um desmoronamento. Ao entrar na mina, o explorador resolve filmar seu caminho até que ouve vozes demoníacas e sai correndo para fora.

VEJA O VÍDEO

Segundo as Lendas Capixabas, a Praia dos Padres, um pequeno paraíso situado em Guarapari, seria assombrado por espíritos de pessoas e natureza. Um lugares lindo e misterioso que seria frequentado por espíritos de pescadores que podiam ser ouvidos trabalhando durante o dia, ou à noite pelo espíritos de turistas que poderiam ser ouvidos conversando e se divertindo na praia.

Porém, quando se chegava à praia, passando pelos coqueiros e subindo e atravessando as pedras, ela estava vazia. Bem como os sons não podiam ser mais ouvidos. Tanto mistério fez com que diversos padres fossem benzer a praia (dando origem ao nome Praia dos Padres) para cessar os acontecimentos que assustavam as pessoas.

Foto e Fonte: Guarapari Virtual.

E SE For Verdade?

[et_pb_section admin_label=”section”] [et_pb_row admin_label=”row”] [et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text”]

As lendas urbanas de viagens no tempo podem ser verdade? Cada vez que observamos a construção dessas lendas, percebemos que existem muitos elementos que poderiam bem ser reais. A única coisa é que não conseguimos identificar exatamente como a viagem foi feita. Embora em um dos casos haja um esquema desenhado do que seria a máquina do tempo.

Geralmente são pessoas do futuro que viajaram para o passado e vice-versa. Por conta disso, muitas dúvidas sobre a possibilidade científica das histórias são levantadas. Porém, Lendas Urbanas são divertidas de conhecer e fazem parte da cultura popular. Muitas delas são assustadoras e outras tantas intrigantes, mas sempre são um bom entretenimento.

Existem muitas lendas urbanas sobre viagens no tempo. Vamos falar neste post sobre as mais famosas.

Quais as Lendas Urbanas de Viagens no Tempo mais Famosas?

Não se sabe ao certo a origem dessas lendas, mas cada viagem no tempo tem suas peculiaridades. Geralmente a história gira em torno de um personagem que viaja no tempo em um determinado intervalo histórico. Os personagens não guardam relação entre eles, a não ser o fato de terem se deslocado no espaço-tempo. Há muito pouco sobre descrições da viagem no tempo em si, apenas dos acontecimentos envolvendo as diferença entre as eras. Contradições que confundem os viajantes e fazem a história parecer crível.

Rudolph Fentz: Lendas Urbanas de Viagem no Tempo

Rudolph Fentz O Homem UQ Teria Viajado no Tempo
Lendas Urbanas de Viagens no Tempo – Rudolph Fentz

Nos anos 1950, a Movimentada cidade de Nova York era palco de uma das mais bizarras histórias de viagem no tempo. Num cruzamento da cidade, próximo à Times Square, segundo relatos, um homem apareceu misteriosamente no meio do trânsito.

Atônito com o movimento intenso dos carros, aquele homem de roupas fora de moda e extemporâneas para os anos 50, se apressa em atravessar a rua para chegar até a calçada, mas acaba sendo atropelado por um táxi.

Um policial que fazia sua patrulha a pé naquela área, viu quando o taxi atingiu o homem e correu para socorrê-lo. Para tristeza de todas as testemunhas daquela noite, o homem faleceu, vítima dos ferimentos decorrentes do atropelamento. O policial atendeu então a ocorrência e o homem atropelado foi revistado para que soubessem quem ele era.

Durante a revista é que os objetos estranhos começaram a surgir!

  • Notas e Moedas que remetiam a 1876 ou anos anterior, em boas condições;
  • Uma carta enviada da Filadélfia, datada de junho de 1876;
  • Moedas de Latão de 5 centavos;
  • Alguns cartões de visita em nome de Rudolph Fentz,

Aqueles objetos e, principalmente, a data das moedas e notas não faziam sentido naqueles anos da década de 1950. Foi então que o Capitão Hubert V. Rihm, do Departamento de Pessoas Desaparecidas e responsável pela identificação do cidadão e sua família, começou a encontrar os fatos que marcaram esta história como uma das mais famosas lendas de viagem no tempo.

Leia a história completa de Rudolph Fentz.

Sergei Paramarenko: Lendas Urbanas de Viagem no Tempo

Sergei Paramarenko, O Viajante do Tempo
Sergei Paramarenko: Lendas Urbanas de Viagem no Tempo

O ano de 1958 foi especial e ao mesmo tempo estranho para alguns moradores de Kiev na Ucrânia, nos tempos da URSS. O Ucraniano Sergei Panamarenko ainda fazia planos para o futuro ao lado da noiva com quem se casaria naquele mesmo ano.

Sergei Panamarenko era um fotógrafo entusiasta e costumava sair pelas ruas de Kiev com sua câmera para fotografar a cidade, suas pessoas e paisagens. Em um dia de céu aberto ele consegue ver algo estranho nos céus de Kiev e resolve fotografar aquilo que descreveu como um OVNI em Forma de Sino.

Ao clicar o OVNI com sua máquina, Sergei Panamarenko sente algo estranho e quando tira os olhos do visor da máquina fotográfica percebe que a paisagem onde estava havia mudado.

Um pouco atônito com a situação, Sergei Panamarenko procura entender o que está acontecendo e começa a andar pelas ruas buscando as referências que conhecia da sua cidade Natal. Ele não reconhece as ruas nem os moradores, sequer consegue compreender a correria e os veículos daquela paisagem. A única coisa que Sergei Panamarenko consegue identificar é o idioma utilizado pela população quando foi abordado por policiais. Teria ele viajado no tempo?

Leia a história completa de Sergei Paramarenko.

John Titor: Lendas Urbanas de Viagem no Tempo

John Titor Mostrou o corte Esquemático de Sua Máquina do Tempo.

No início dos anos 2000 surge a história de John Titor. Um suposto militar Americano que teria viajado no tempo. Titor teria se revelado um viajante em busca de um equipamento de Informática da IBM. A busca de Titor era um computador IBM 5100. Segundo John Titor, este computador seria capaz de decifrar um código de programação que não era mais utilizado em sua época.

O Ano do qual o viajante voltou era 2036. O Viajante ainda afirmou que levar o computador para o futuro era indispensável para reestabelecer a vida em sociedade no futuro. O Viajante ainda teria feito revelações sobre o futuro que teriam deixado pessoas muito assustadas. Essa foi uma das lendas urbanas de viagem no tempo onde o viajante não foi ao acaso, mas sim com uma missão a cumprir

Leia a história completa de John Titor.

Essas e outras histórias de viagens no tempo são incríveis. Embora haja muita discussão sobre a possibilidade científica dessas viagens, os questionamentos são feitos com base nas evidências e conhecimentos existentes na Terra. A ciência deve teorizar com base em fenômenos reconhecidamente reais, ela não pode, por exemplo, levar em conta tecnologia alienígena para encontrar uma possibilidade viável para uma viagem no tempo.

Porém, existem outros mistérios sobre viagens no tempo, como a construção de uma máquina do tempo nazista conhecida como “Sino”. Seja como for, as lendas urbanas sobre viagens no tempo tiveram origem apenas em ficção? Quanta criatividade seria necessária para gerar histórias tão interessantes, sem base fática? O Homem Já Viajou no Tempo?

E Se For Verdade

[/et_pb_text][/et_pb_column] [/et_pb_row] [/et_pb_section]

Conheça a História que Circula Sobre a Suposta Morte do Cantor.

Segundo a publicação do Infobae.com, um video feito pelo jornalista Jorge Carbajal e as previsões de uma vidente chamada Deseret Tavares, dariam nova notoriedade a história de que Cantor Luis Miguel não estava mais entre os vivos. E teria sido substituído por um dublê. O cantor mexicano foi sucesso nos anos 90 e fez muitos shows pelo mundo cantando a música “La Barca”.

O que aconteceu com o cantor Luis Miguel?

A história sobre a suposta morte de Luis Miguel começa com um suposto namoro entre o cantor e a filha de um poderoso político Mexicano. Aparentemente, o relacionamento não era bem visto pelo pai da moça. A fama de Luis Miguel não era boa e havia suspeita de que ele fosse usuário de drogas.

Numa festa ocorrida em “Los Pinos” teria havido um incidente com o cantor, devido aos excessos (não se sabe se drogas o álcool ou outra coisa). Porém, embora tenha sido socorrido, o cantor não teria recuperado a vida após as tentativas de reanimação, tendo falecido durante a festa.

Ainda segundo o artigo da Infobae.com, para evitar um escândalo, os convidados foram dispensados e o cantor teria sido enterrado às pressas no jardim de “Los Pinos”, que já foi a residência oficial dos presidentes mexicanos. E um Dublê foi colocado em seu lugar para continuar seus compromissos e tomar o seu lugar.

O Que a Vidente Disse sobre Luis Miguel?

Deseret Tavares disse que Luis Miguel teria morrido há 15 ou 18 anos (aproximadamente no ano 2000) sob as ordens de um homem poderoso. Segundo a vidente, o cantor foi morto e seu corpo enterrado próximo à água. Além disso, teria dito a respeito de duas mulheres envolvidas na morte.

Durante sua visita ao programa de televisão mexicano “Hoy”, Deseret foi interrogada por Jorge “El Burro” Van Rankin, que duvida da história de que Luis Miguel morreu, pois é amigo do cantor há décadas e não percebera nenhuma mudança no intérprete.

A Vidente Deseret disse que uma das provas de que o Luis Miguel que vemos não é a real é o fato de ele ter concordado em contar a história de sua vida para um programa de TV, pois sempre foi muito reservado.

Veja o Vídeo da Vidente Dizendo que Luis Miguel Não Está Vivo

Essa é a síntese da misteriosa história que virou uma lenda urbana moderna: A Suposta Morte de Luis Miguel.

E SE FOR VERDADE?

Fonte: Infobae.com

A Lenda Urbana dos Cães Fantasmas que Assombram Europeus desde o Século XIX.

Essa lenda urbana teve seus primeiros relatos no século XIX, sendo a maior parte deles na Inglaterra. Segundo a lenda, um cão enorme com pêlos bem negro e espessos, com olhos vermelhos e brilhantes como brasas ardentes, seria um fantasma que aparecia de desaparecia em meio às névoas das madrugadas sombrias de Londres.

Esses Phantom Black Dogs seriam seres sobrenaturais que viriam de outro mundo em busca de alimentos, ou seja, pessoas. Porém, alguns relatos dão notícia de que algumas pessoas tiveram contato com a aparição, ainda que breve, mas não teriam sido devoradas pela criatura.

Ao que alguns dizem ter a ver com o fato de serem crianças. Há, inclusive, o relato de um homem que, em 1934, quando criança, teria visto um desses cães sobrenaturais com um homem preso a suas costas, espetado em seus grossos pêlos, já morto. Segundo ele relata, ficou tão chocado com o encontro com aquele cão monstruoso que surgiu de repente em sua frente em meio à névoa, que ele saiu em desabalada correria para chegar á sua casa que estava próxima.

Seu pavor era tão grande que nunca contou essa história a ninguém. Até seu sobrinho contar-lhe sobre uma visão que teve na floresta. Exatemente no mesmo local, 35 anos antes, o homem teria encontrado com o PBD (abreviação de Phantom Black Dog). A riqueza com que seu sobrinho teria detalhado a aparição sobrenatural fez o homem confessar que também tinha visto a criatura, exatamente da mesma forma e no mesmo local.

Os relatos de aparições variam. Ás vezes os cães negros são solitários, às vezes acompanhados de um homem que os segura por uma corrente etc. Porém, a característica comum é a forma com que os cães se materializam, ora magros como fumaça, ora monstruosos e fortes com olhos em chamas e dentes gigantes e brilhosos. O que não muda é sua sede de sangue subrenatural.

E Se For Verdade?

Fonte: Mysterious Universe

Segundo as Lendas Urbanas Locais, a Praia dos Padres Seria Assombrada

Segundo os Moradores e turistas que já frequentaram o local, seria possível escutar barulho de barcos e pescadores trabalhando à beira da praia. Porém, quando se chega no curto trecho de areia, não há nada lá. 

Além disso, há relatos do que parecia uma enorme reunião de pessoa, como se uma vila estivesse em plena atividade na praia. Porém, mais uma vez, ao chegar à beira-mar nada havia. A praia é um pouco isolada, você deve seguir um caminho entre os coqueiros e descer algumas pedras para chegar lá. 

Apesar de pequena e sem estrutura, a praia dos padres é considerada um paraíso, ainda que haja crença de que ela seja assombrada.. Segundo consta ainda, a origem do nome da praia refere-se ao fato de diversos padres terem ido benzer a praia para que as vozes da vila e dos pescadores parassem de assustar as pessoas.

Outro fenômeno que amedrontava as pessoas era com a maré alta que, no dia seguinte, produzia mudanças no local, especialmente nas raízes das castanheiras em volta da praia, que ficavam semelhantes a dedos velhos e assustadores.

E Se For Verdade?

Fonte: Guarapari Virtual

Nos anos 1950, a Movimentada cidade de Nova York era palco de uma das mais bizarras histórias de viagem no tempo. Num cruzamento da cidade, próximo à Times Square, segundo relatos, um homem apareceu misteriosamente no meio do trânsito.

Atônito com o movimento intenso dos carros, aquele homem de roupas fora de moda e extemporâneas para os anos 50, se apressa em atravessar a rua para chegar até a calçada, mas acaba sendo atropelado por um táxi.

Um policial que fazia sua patrulha a pé naquela área, viu quando o taxi atingiu o homem e correu para socorrê-lo. Para tristeza de todas as testemunhas daquela noite, o homem faleceu, vítima dos ferimentos decorrentes do atropelamento. O policial atendeu então a ocorrência e o homem atropelado foi revistado para que soubessem quem ele era.

A partir, daí a história ganha contornos dramáticos e bizarros.

Quando os paramédicos foram atender a vítima, houve um certo estranhamento com os trajes. Já que ele vestia roupas fora de moda como um chapéu de seda, calça xadrez e sapatos de botão, embora aparentasse 30 anos de idade.

Mas, durante a revista é que os objetos estranhos começaram a surgir!

  • Notas e Moedas que remetiam a 1876 ou anos anterior, em boas condições;
  • Uma carta enviada da Filadélfia, datada de junho de 1876;
  • Moedas de Latão de 5 centavos;
  • Alguns cartões de visita em nome de Rudolph Fentz,

Aqueles objetos e, principalmente, a data das moedas e notas não faziam sentido naqueles anos da década de 1950. Foi então que o Capitão Hubert V. Rihm, do Departamento de Pessoas Desaparecidas e responsável pela identificação do cidadão e sua família, começou a encontrar os fatos que marcaram esta história como uma das mais famosas lendas de viagem no tempo.

As primeiras buscas em torno do nome Rudolph Fentz não alavancaram a investigação. Já que não havia nada relacionado ao nome Rudolph Fentz com fichas criminais ou desaparecimentos em Nova York. Além disso, o endereço constante nos cartões de visita não correspondia a um imóvel que pudesse estar relacionado ao caso.

Encontraram Rudolph Fentz Jr.

O Capitão Rhim segue uma pista que o levaria ao contato com uma mulher na Flórida, viúva de um homem falecido havia 5 anos, de nome Rudolph Fentz Jr. Ansioso, o investigador entrou em contato por carta, certo que que solucionaria o caso, porém, o que ele obteve de informação, aprofundou ainda mais o mistério dessa história.

Surge a Lenda do Viajante do Tempo

A resposta enviada ao capitão dizia que a viúva de Rudolph Fentz Jr. era a nora de um homem desaparecido no ano de 1876, de nome Rudolph Fentz, com, aproximadamente 30 anos de idade.

O Capitão se assusta! Ele rapidamente lembra dos objetos encontrados no bolso do paletó da vítima, que datavam do ano de 1876, além do fato de que o homem aparentava 30 anos. Era a mesma descrição do policial e da equipe que prestou os primeiros socorros.

O Capitão volta aos arquivos mais antigos de desaparecidos da polícia de Nova York, e encontra um relato de 74 nos antes, cuja descrição bate com a de Rudolph Fentz. O Místério se instaurou!

Como um homem de 30 anos, desaparecido desde 1876, morre atropelado 74 anos depois, pouco tempo depois da morte do próprio filho, como as roupas e objetos datados do seu desaparecimento?

O Caso nunca foi solucionado, o Capitão Hubert V. Rihm nunca deu sequência às descobertas que fez. Talvez nunca saibamos quais foram as suas descobertas ou o que realmente aconteceu. O Que sobrou a analisar é a lenda de Rudolph Fentz, o viajante do tempo de Nova York. E Se For Verdade?

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

No século XV um famoso Mestre relojoeiro criou um relógio astronômico, O Mundialmente Famoso: Orloj o Relógio Astronômico de Praga. Uma obra de arte que representava a Posição do Sol, Lua e Terra no céu, respeitando fielmente a proporção de seus movimento no sistema solar.

Além disso, há, a cada badalada de hora, a figura dos 12 apóstolos de Cristo realizando sua caminhada, fato que pode ser observado por 2 janelas acima do relógio. Existem outras esculturas na parte de fora que representam diferentes figuras. Aspectos e crenças do povo daquela região, no período de construção do Relógio de Praga. Existe também, a escultura mais intrigante de todas, uma Caveira. Ela entra em ação a cada hora do dia, já que é a responsável por tocar o sino. A cada badalada da hora a caveira puxa uma corda para a anunciar a nova que chega.

Tamanha precisão e beleza desta obra de arte despertou, em sua época, grande interesse de diversas nações que desejaram ter uma destas obras em suas capitais.

O Relógio de Praga ganhou fama porém nunca foi construído em outros lugares. Surgiu então a lenda que seu construtor teria sido vítima dos Conselheiros da região onde hoje é a República Checa. Eles o teriam cegado para que não conseguisse reproduzir esta obra de arte em outros lugares e os segredos do relógio permanecessem exclusivos da praça antiga de Praga.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

O RELÓGIO DE PRAGA FOI UMA OBRA DE ARTE COBIÇADA. SEU CRIADOR, VÍTIMA DA PRÓPRIA GENIALIDADE.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”https://eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2017/10/relogio-de-praga-detalhe-caveira-que-toca-o-sino.jpg” alt=”Relógio de Praga, Detalhe da Estátua de Caveira, a Estátua que Toca o Sino.” title_text=”Relógio de Praga, Detalhe da Estátua de Caveira, a Estátua que Toca o Sino.” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

 

[/et_pb_image][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” text_font=”||on||” text_font_size=”11″]

Relógio de Praga, Detalhe da Estátua de Caveira, a Estátua que Toca o Sino.

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_image admin_label=”Imagem” alt=”Relógio de Praga, Detalhe das Estátuas de Anjos” title_text=”Relógio de Praga, Detalhe das Estátuas de Anjos” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” src=”https://eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2017/10/relogio-de-praga-detalhe-anjos.jpg”]

 

[/et_pb_image][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” text_font=”||on||” text_font_size=”11″]

Relógio de Praga, Detalhe das Estátuas de Anjos.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_image admin_label=”Imagem” alt=”Relógio de Praga, Detalhe das Janelas onde se vê a caminhada dos Apóstolos” title_text=”Relógio de Praga, Detalhe das Janelas onde se vê a caminhada dos Apóstolos” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” src=”https://eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2017/10/relogio-de-praga-detalhe-duas-janelas.jpg”]

 

[/et_pb_image][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” text_font=”||on||” text_font_size=”11″]

Relógio de Praga, Detalhe das Janelas onde se vê a caminhada dos Apóstolos.

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_2″][et_pb_image admin_label=”Imagem” alt=”Relógio de Praga, Detalhe das Estátuas” title_text=”Relógio de Praga, Detalhe das Estátuas” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” src=”https://eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2017/10/relogio-de-praga-detalhe-estatuas.jpg”]

 

[/et_pb_image][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” text_font=”||on||” text_font_size=”11″]

Relógio de Praga, Detalhe das Estátuas.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Porém o constutor do Relógio de Praga, O Mestre Relojoeiro Hanuš teria sido levado por um de seus ajudantes até a engrenagem do relógio. Ele teria Parado a máquina do relógio se jogando em suas engrenagens impossibilitando seu funcionamento.

Antes de se matar nas engrenagens do Relógio de Praga, Hanuš teria lançado uma maldição: Aquele relógio jamais poderia ser consertado e, a cada avaria que sofresse, a Cidade de Praga sofreria como as peças danificadas daquele relógio.

Durante mais de 100 anos o Relógio de Praga permaneceu inutilizado até ser restaurado pela primeira vez. Ele foi modernizado e houve mudança na medição do tempo. Porém, nunca mais seria o mesmo.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

A Caneta Bic é uma objetos mais populares que conhecemos. Está presente em todos os lugares. Já foi, é e será muito utilizada pelas pessoas enquanto houver papéis para assinar, provas a se fazer, anotações, listas de compras, rascunhos de textos, acordos secretos e bilhetes confidenciais.

Baseado nestes argumentos, surgiu a Lenda Urbana da Caneta BIC. Segundo esta lenda urbana, a Caneta Bic seria uma Sonda alienígena com o propósito de bisbilhotar os seres humanos. Diversas teorias da conspiração afirmam que a caneta foi um produto criado para ser essencial, de baixo custo, que pudesse ser disseminado com facilidade.

Deveria ser, segundo essas mesmas teorias da conspiração, um objeto acima de qualquer suspeita. Portanto, uma caneta seria ideal, pois estaria presente em momentos decisivos da vida dos seres humanos comuns. Desta forma, seria possível verificar o que acontecia na Terra, longe dos governos e das patrulhas, sem contraespionagem.

A Sonda da Caneta Bic seria capaz de identificar e catalogar as pessoas pelo que escreviam e pelos acordos que assinavam, separando-as em níveis intelectuais e de periculosidade diferentes, tudo para garantir a segurança numa possível viagem alienígena à terra. Porém o mais chocante é a evidência que as teorias da conspiração da Caneta Bic apontam: os dois furinhos na lateral da caneta.

Fora das teorias da conspiração, esses dois furinhos já foram identificados como item de segurança da caneta e a Sonda Alienígena não passa de lenda urbana.

 

[et_pb_section fb_built=”1″ _builder_version=”3.22″][et_pb_row _builder_version=”3.25″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.25″ custom_padding=”|||” custom_padding__hover=”|||”][et_pb_text _builder_version=”3.27.4″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”]O Carro Elétrico é uma fantasia que povoa a imaginação de todos nós, desde os tempos dos desenhos animados, onde os Jetsons viajavam pelo ar em naves silenciosas e totalmente inteligentes. Esta realidade não será possível. O carro elétrico é uma peça de ficção que dificilmente se tornará realidade. Veja o Documentário abaixo e entenda porque você nunca terá um carro elétrico.

 [/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Demônio de Jersey é a lenda urbana de uma criatura que vive nos pântanos de New Jersey nos Estados Unidos. Essa Lenda Urbana é descrita como um bode voador, embora haja diferentes descrições para o animal. 

O Demônio de Jersey é uma lenda antiga que data do século XVIII, porém há poucas referências até o início do século XX.

Essa criatura foi descrita por tribos regionais e exploradores que habitavam ou passavam por um rio, onde as aparições eram frequentes. Nas primeiras versões da lenda urbana, a criatura era descrita como um dragão, pois era a figura do ideário das pessoas daquela época.

Porém existe uma outra versão para a origem da lenda do Diabo de Jersey. Conta-se que uma mãe nos anos 1700 teria 12 filhos, mas quando descobriu que o 13o. estava a caminho dissera que seria o Diabo. Naquela época era comum esse tipo de superstição com n;meros datas e locais.

A suposta mãe da criatura era conhecida pelo seu apresso pelo ocultismo juntamente com seu marido. Na noite de tempestade e raios, seu 13o. filho nasceu como uma criança normal, porém transformou-se numa cabra com asas de morcego voando pelo quarto destruindo e quebrando símbolos ocultistas e matando a parteira que rezava quando viu a metamorfose.

Desde então a criatura nunca mais voltou à casa onde nasceu, permanecendo a lenda urbana de que a criatura vive nos pântanos se alimentando de animais e, eventualmente, de pessoas desaparecidas no sul de New Jersey. Durante o Século XX e XXI diversas aparições foram relatadas e algumas fotografias tiradas. E Se For Verdade?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

A Lenda Urbana da Coca-Cola diz que John Stith Pemberton, o criador da fórmula da Coca-Cola, teria feito um pacto com o diabo para que seu produto fosse um sucesso. O farmacêutico, a quem também se atribui rituais ocultista para criar fórmulas em seu laboratório, teria recebido uma mensagem que este produto seria um sucesso de vendas. Mas haveria um preço a ser pago.

A Lenda Urbana da Coca-Cola conta que uma substancia deveria ser acrescentada à fórmula para que a Coca-Cola se tornasse altamente viciante. Além disso seu aspecto não deveria se parecer em nada com as outras bebidas. Ela deveria ser totalmente o oposto e que a cor preta deveria ser o símbolo de sua obscuridade. Além disso, outras pistas deveriam ser deixadas para que as pessoas soubessem exatamente quem estava no comando da mente viciada delas.

Segundo se conta, o acordo não teria só estas exigências pois o Diabo atrairia as almas sofredoras para seus calabouços. Estas almas sofredoras seriam as pessoas que sofreriam em suas vidas pelos efeitos nocivos do açúcar e de outras substancias contidas no líquido negro.

Quando o produto chegou ao mercado foi um sucesso instantâneo e rapidamente dominou o mercado de refrigerantes de outros continentes.

Um fato curioso é que nos anos 80, devido ao grande sucesso de marketing da Pepsi, a Coca-Cola, já há muito sem seu fundador, resolveu inovar e modificar sua fórmula. Quando lançou a nova coca no Mercado a reação dos consumidores foi a pior possível. Mesmo após diversos testes de sabor com consumidores e aprovação, o lançamento da nova fórmula foi um fracasso de vendas e se tornou um dos maiores prejuízos de marketing já registrados.

coca-cola a marca do diabo
À Esquerda um anúnico da época. À direita a embalagem da nova fórmula e a embalagem da Coca-Cola Classic.

A Coca-Cola se viu obrigada a relançar sua marca acrescentando a palavra “Classic” às novas embalagens. para que o consumidor, furioso e incrédulo, entendesse que a velha fórmula tinha voltado. Embora a presidência da Coca-Cola, à época, tivesse afirmado que não havia muita diferença entre os sabores e as fórmulas.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Imagem” src=”https://eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/08/coca-cola-infernal-2.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” alt=”coca-cola a marca do diabo” title_text=”coca-cola a marca do diabo”]
[/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Repare que se juntar dois logotipos, espelhá-los e juntar, terá uma imagem de um demônio. É nesta figura que se baseia esta lenda urbana, para afirmar que a Coca-Cola é um produto de sucesso devido ao pacto de seu criado com o Diabo. E Se For Verdade?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Texto” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Nos anos 90 surgiu um e-mail que viralizou e se tornou uma lenda urbana do Big Mac. Ele falava sobre a suposta maneira como eram criados os animais que geravam a carne para os hambúrgueres do McDonalds. Veja a reprodução de parte do email a seguir. A tradução é retirada da internet.

Se acreditam que o que comem no McDonalds é “carne de soja” ou carne de cavalo, depois de lerem o que se segue desejariam ter comido a nutritiva “carne de soja” e a nada tóxica carne de cavalo. Segundo fontes autorizadas da Universidade Estadual de Michigan, averiguou-se recentemente, que a carne utilizada pela McDonalds nos seus hamburgers, provem de autenticos vultos sem patas e sem cornos, que sao alimentados por meio de tubos ligados ao estomago e que de facto nao tem ossos , mas sim um pouco de cartilagens que nunca chegam a desenvolver-se. Quem os viu, assegura que sao coisas muito desagradaveis, pois alem de permanecerem imoveis toda a sua “vida”, nao tem olhos, nem cauda e praticamente nao tem pelo; de facto a sua cabeca e do tamanho de uma bola de tenis e a unica coisa que sobressai e o que lhes sai da “boca”. A manipulacao genetica da qual sao resultado, converte-os em verdadeiras coisas inanimadas com uma aparencia gelatinosa horrivel. Quando o governo tentou obriga-los a tirar dos seus anuncios, a publicidade que dizia que os hamburgers tinham carne de reses, eles argumentaram que em latim “RES” significa “COISA”, e portanto podiam dizer que era carne de res. Ainda que tal argumento seja facilmente rebativel e fraudulento, diz-se que devido ao seu grande poder economico, subornaram muitas pessoas, em diversos lugares, em altos cargos governamentais. Por isso, a McDonalds da-se ao luxo de anunciar que a composicao dos seus hamburgers e 100% carne de RES, ou seja carne de COISA, quer dizer, dessas coisas que sabem que crescem em pseudo estabulos e com procedimentos de duvidosa etica. (…)

Será?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Esta Lenda Urbana brasileira é velha conhecida e se difundiu muito nos anos 80. Época em que grande parte das lendas Urbanas ganharam força e se tornaram famosas.

A Lenda Urbana da Loira do Banheiro é a história de uma aluna adolescente de um colégio público costumava matar aulas no banheiro da escola. Sempre que podia ela fugia para o banheiro para fumar, dormir e sacanear as outras alunas que entravam no banheiro.

Esse costume cobrou seu preço em um dia que ela resolveu subir na privada. Escorregou, caiu, bateu a cabeça e acabou morrendo. Demorou algum tempo até que a encontrassem morta. Ela não aceitou sua morte e fez um pacto com o diabo. Queria que ele a mantivesse morando no banheiro para que pudesse se beneficiar dos vícios de outras alunas que matavam aula assim como ela, como uma espécie de vampirismo espiritual.

Como Chamar a Loira do Banheiro?

A parte final da lenda urbana da Loira do Banheiro diz que ao chegar em frente ao espelho do banheiro da escola, dizr “Loira Desce” por três vezes seguidas, a imagem demoníaca de uma loira aparece no espelho com olhos profundos, rosto desfigurado, crânio trincado e algodões nas narinas.

Sua aparição vem para levar os alunos para o inferno que vive dentro do espelho.

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Dizem que o artista Giovanni Bragoin, codinome utilizado para assinar os quadros, era um pintor de quadros de grande talento porém enorme frustração. Iniciou seus trabalhos na Itália pós-guerra e sonhava em ser um pintor reconhecido mundialmente por sua arte.

Nos anos 60 houve diversas tentativas de fazer sucesso, mas parecia que algo atravessava sempre seu caminho e seus quadros não vendiam. Giovanni então recebe uma visita inesperada em sua casa na Espanha. Essa figura propôs um acordo com o artista. Foi oferecido ao pintor italiano o tão sonhado sucesso e reconhecimento mundial. Além de fama e dinheiro.

Em troca deste sucesso Giovanni deveria pintar quadros com cenas específicas. Trazendo em cada um uma cena em comum: eram Quadros das Crianças Chorando.

Fechado o pacto o Artista começou a retratar crianças sozinhas, com roupas surradas e em locais estranhos. Esses quadros fizeram um sucesso inexplicável. Como pode haver beleza em quadros que relatam cenas tão sofridas?

A partir daí iniciam-se as especulações a respeito das mensagens subliminares que estavam contidas nos quadros.

Alguns quadros representavam crianças supostamente estupradas, mortas, espancadas e vítimas de tantos outros tipos de violência.

De acordo com o pacto, o artista seria sugestionado diretamente pelo Homem com que fem o pacto. Isso era indicativo de que as almas das crianças estavam aprisionadas ao quadro. As mortes das mesmas crianças foram encomendadas pelo próprio Diabo.

Um fato interessante é que, segundo relatos, as pessoas que adquiriam os Quadros das Crianças Chorando tinham problemas dentro de casa. Diversas famílias se separaram, outras tragédias como incêndio do imóvel, roubos e furtos nas residências, depressão e outros acontecimentos. Todos atribuídos aos misteriosos quadros.

Imagine este terror espalhado pelo mundo através de inocentes pinturas?

As cenas retratadas nos Quadros das Crianças Chorando possuíam, ainda, indicativos do que teria acontecido com as crianças. Eram mensagens subliminares escondidas nas pinturas. Veja a seguir alguns desses quadros. Analise com tranquilidade e atenção. Veja o que você descobre e comente.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”Linha”][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-01.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-04.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-07.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-10.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-02.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-05.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-08.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-11.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_3″][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-03.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-06.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-09.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_image admin_label=”Image” src=”https://www.eseforverdade.com.br/wp-content/uploads/2016/04/quadros-criacas-chorando-se-for-verdade-12.jpg” alt=”Quadro das Crianças Chorando” title_text=”Quadro das Crianças Chorando” show_in_lightbox=”on” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Com o passar dos anos esses Quadros das Crianças Chorando ficaram ainda mais populares, atingindo seu auge nos anos 80. Surgiram relatos de diversos incêndios de residências que continham os quadros em seu interior, porém os quadros estavam sempre intactos. Isso reforçou a ideia de que os quadros eram amaldiçoados.

Giovanni teria pintado quadros de crianças mortas e violentadas por encomenda do diabo. Essas crianças tiveram suas almas aprisionadas nos quadros e, pelo caráter imortal das almas, os quadros ficavam intactos enquanto tudo ao seu redor queimava.

Não há muito a respeito do artista mas você pode buscar na internet mais informações a respeito de “Bruno Amadio”. Este é o nome verdadeiro do artista que ganhou fama e dinheiro, conquistando a admiração misteriosa de pessoas comuns, que compravam seus quadros de cenas bizarras: crianças maltrapilhas, chorando, estupradas, violentadas e mortas.

E se for Verdade?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Secured By miniOrange