A Casa Mal-Assombrada de Dona YaYá

Lendas Urbanas, Sobrenatural

O Manicômico de um paciente só! É como se referem alguns sobre a misteriosa casa no bairro do Bixiga, em São Paulo.

A trágica história da casa com fama de mal-assombrada se confunde com a história de vida da pequena Sebastiana, apelidada de Yayá. A criança, caçula de 4 irmãos, que nascera em berço rico e esplêndido sofreu, em poucos anos, duros golpes, que deixariam muita gente adulta sem rumo.

Em pouco tempo, ainda durante a infância, perdeu uma irmã que morreu asfixiada numa morte terrível. Viu uma outra sucumbir ao tétano e, na sequência, perdeu os pais. Sua vida se resumiu à convivência temporária com seu irmão mais velho que, depois de formado, foi embora da casa legando à pequena Sebastiana, a criação pelos colaboradores remanescentes na mansão.

Essa história marcada por tragédias ainda teria capítulos mais dramáticos. Parecia que a casa tinha uma energia que sugava todas as possibilidades de Yayá ser feliz. Quando já era adulta, foi considerada louca e perdeu o direito sobre sua fortuna. A casa se tornou um cativeiro onde Sebastiana teria sido mantida sem poder sair.

Até sua morte, aos 74 anos, foram poucos os dias em que Yayá pode ver a luz do sol plenamente. A saga de tristeza e tragédia da mansão mal-assombrada de Dona Yayá só teria adormecido quando a própria saiu de lá, dentro de um caixão.

Fonte: Revista Aventuras na História

Assine nosso Feed no Google Notícias e fique por dentro das postagens direto no seu smartphone.

e Se For Verdade?

e Se For Verdade?

Fatos Desconhecidos, Lendas Urbanas, Sobrenatural, Mistérios e Ovnis

Leia Também: