O Símbolo de Baphomet é uma insígnia que identifica os adoradores a seita do ídolo e Deus pagão conhecido como Baphomet.

As primeiras menções ao nome e ao Símbolo de Baphomet datam das época cos cavaleiros templários. O Símbolo seria uma identificação daqueles que serviam e  adoravam este Deus Pagão da Antiguidade. Os Cavaleiros Templários que teriam sido torturados e executados pelo Rei da França, na famigerada sexta-feira 13, teriam citado o nome de Baphomet em suas confissões sob tortura.

Outros Cavaleiros Templários teriam citado o mesmo nome antes de serem queimados nas fogueiras pelos crimes que supostamente teriam cometido, entre eles, a adoração de Deus Pagãos. Estes acontecimentos teriam desencadeado, pela fúria de Baphomet a superstição acerca da sexta-feira 13, como um dia de má sorte.

Símbolos da igreja de Satã - Símbolo de Baphomet

Símbolos da igreja de Satã – Símbolo de Baphomet

A Descrição mais comum do Símbolo de Baphomet é a cabeça de um bode Sabático dentro de um pentagrama cercado por um código misterioso. Este símbolo tem sido difundido durante os séculos como a forma mais aproximada das descrições feitas pelo Cavaleiros Templários.

 

 

Muito pouco se sabe sobre os Cavaleiros Templários e, consequentemente o Símbolo de Baphomet, mas estes tiveram seus segredos guardados durante séculos. Místicos e mentores de seitas pagãs se aproveitaram da simbologia para lançar novas crenças contrapostas à Igreja Católica.

Uma delas é a Igreja de Satã, que coloca o diabo descrito pela Igreja Católica como uma Invenção. Pregando que, na verdade, era uma divindade benéfica e não o representante de todo o mal, conforme as histórias aterrorizantes contadas para os católicos descreviam.

O Símbolo de Baphomet também tem sido atribuído, além da Igreja de Satã, a outras Sociedades Secretas com origens na antiguidade, também caracterizadas por reuniões e rituais fora do alcance da Igreja Católica. Estas Sociedades Secretas possuem o mesmo tipo de operação secreta da Ordem dos Templários, segundo as teorias, isto explicaria a simbologia utilizada pelas seitas e sociedades secretas em seus rituais como uma nova Ordem dos Templários, ainda em busca do Santo Graal.

E Se For Verdade?