O Pop Star Michael Jackson Foi Assassinado em 2009? À época afundado em dívidas e vendo sua carreira de tanto sucesso, sem condições de salve-lo da falência, resolve iniciar uma grande turnê mundial para levantar dinheiro e salvar seu patrimônio. Neste ano de 2009 a notícia da morte de Michael Jackson cai como uma bomba no meio artístico e abre as portas para uma série de teorias da conspiração.

Esta é uma das teorias a respeito da misteriosa morte do cantor que encantou o mundo todo desde sua infância e se tornou um dos maiores astros mundiais. Michael Jackson teria abordado ainda nos anos 80 uma suposta perseguição de sociedades secretas. Há um episódio em uma filmagem que Michael teve seu cabelo queimado durante a gravação de um clip. Aparentemente um acidente com fogos dentro do estúdio.

Nos anos 90, Michael Jackson lança uma música chamada: “They Don’t Care About Us”, com clipe gravado em parte no Brasil. A música seria um recado a respeito das perseguições que sofria das sociedades secretas. Teóricos da conspiração dizem que são os Illuminati, outros dizem que a nova ordem mundial está por trás disso.

Michael Jackson teria deixado, além das letras de música como “We Are The World” e “Heal The World”, capas de discos conteriam pistas de uma conspiração contra ele. Segundo a família de Jackson, as acusações de Abuso Sexual contra Menores, a suposta atração de Michael Jackson por crianças não passariam de golpes publicitários para tentar desmoralizá-lo e deixa-lo falido, como forma de conter suas ações independentes e também impedir que ele ficasse livre das gravadoras e lançasse um selo próprio.

A carreira de Michael Jackson passou a ter diversos problemas por conta das acusações e também as indenizações teria drenado parte do patrimônio do artista. A partir desse momento, Michael Jackson valeria mais morto que vivo, baseado nisso surgiram as diversas teorias da conspiração a respeito de sua morte. Pois havia muitos interesses econômicos envolvidos com pessoas que investiram nele e queria tirar o maior lucro possível.

Durante as negociações sobre sua última turnê, o filho mais velho de Jackson teria relatado o desespero do pai cada vez que desligava o telefone após ter falado com os produtores e contratantes que exigiram muito de sua parte física, já debilitada. Haveria uma pressão sobre o médico particular de Michael Jackson para que ele mantivesse o cantor em pé, ainda que na base dos remédios.

No fim das contas, após sua morte, Michael Jackson rendeu ainda mais de $500 milhões de dólares, o que comprovaria o interesse de diversas pessoas em sua morte. O pai de Michael rodou o mundo participando de diversos programas de auditório, inclusive com aparição no Faustão, denunciando: Michael Jackson Foi Assassinado. E Se For Verdade?