TEORIAS DA CONSPIRAÇÃOCHUVAS ARTIFICIAIS

Em muitas áreas do planeta Terra, há áreas não cultiváveis por falta de água. Existem outras áreas que também sofrem com a falta de chuva, embora não sejam áreas desérticas. As Chuvas Artificiais foram uma solução encontrada para provocar a irrigação com água pura provinda das nuvens cheias de umidade que sobrevoam as áreas necessitadas de chuva.

A Técnica consiste em pulverizar a nuvem com Cloreto de Sódio ou outras substâncias, há relatos até de pulverização com Nitrato de Prata. Essas substâncias são jogadas com a ajuda de aviões que voam por cima das nuvens despejando os produtos químicos dentro da formação. Quando as partículas químicas entram em contato com a nuvem, carregada de umidade, ocorre um envolvimento dessas partículas. As gotículas de umidade envolvem as partículas sujas, aumentando seu peso e caindo da nuvem em forma de chuva.

É possível verificar em algumas ocasiões os aviões deixando rastros químicos nas alturas precedendo uma possível chuva. Não existe garantia da eficácia da técnica, pois ela exige que a nuvem esteja com umidade suficiente. Portanto, é um adiantamento da chuva, pois a nuvem já tem as condições necessárias para despejar a umidade no solo.

Teorias da Conspiração afirmam que esta técnica faz parte um plano da chamada Guerra Climática. para os teóricos da conspiração as chuvas artificiais foram técnicas criadas a partir de secas “plantadas” pelo HAARP, um equipamento Americano que monitora o clima e teria a capacidade de provocar alterações climáticas em locais específicos da Terra pela manipulação da IONOSFERA. 

Quando as secas ou falta de chuva causassem um colapso na economia de países que dependem do agronegócio, o preço da colheita aumentava e, portanto, não teria condições de competir no mercado internacional. Porém, para compensar, havia uma chance de provocar chuvas artificiais para amenizar o problema. As teorias da conspiração demonstram que mesmo com as chuvas artificiais a economia dos países estava em risco, em vista de um plano Global.

Pois os produtos químicos utilizados contaminariam os alimentos produzidos com o auxílio das chuvas artificias. Desta forma os alimentos seriam rejeitados para consumo em mercados mais desenvolvidos e seriam utilizados para a alimentação das pessoas do próprio país, a preços reduzidos, com sérios prejuízos à saúde. A longo prazo, uma série de problemas como o Câncer de tireóide e outros, acometeriam grande parte da população. Enfraquecendo a porção economicamente ativa e instaurando o Caos social.

Essas medidas tornariam possível uma intervenção internacional de um Governo Global, sempre em busca de recursos naturais não renováveis, que países subdesenvolvidos possuem em abundância. E Se For Verdade?